Banner Ad

segunda-feira, 7 de maio de 2012

CAMPANHA DISCRIMINATÓRIA


A pior espécie de campanha eleitoral é aquela que adota um discurso discriminatório. Principalmente aquele velho ditado “ele não ganha por que não tem dinheiro”.

Incentivar os outros à discriminação de alguém por este ou aquele motivo demonstra a desqualificação para o debate.

Do Ielmo Marinho em FOCO: Não estamos preocupados se determinado candidato irá ganhar. Ficaríamos preocupados, se tal candidato ganhar e não resolver os problemas da cidade.

O que é mais importante para você, o voto consciente ou dinheiro? 

4 comentários:

  1. NÃO SOU BABÃO!8 de maio de 2012 10:35

    Difícil é colocar na cabeça da pessoas. Mas não custa tentar. VOTE CONSCIENTE.

    ResponderExcluir
  2. Muito difícil. Isso já é cultural, ainda mais em cidades pequenas, como é o caso de Ielmo Marinho. Os políticos vão sempre prometer algo e vão trabalhar sua campanha através da doação de dinheiro. Proposta que é bom, nada!

    ResponderExcluir
  3. O eleitor de Ielmo Marinho. deve ficar atento para não ser enganado por políticos inescrupulosos, que veem seus próprios interesses ao invés de defender os interesses do cidadão.
    É comum nesta época de pré-campanha eleitoral o uso de jargões que condicionam o eleitor a manter-se fiel a determinado candidato, por “dever favores”.
    De forma inconsciente, o eleitor acaba também vendendo o voto e favorecendo a corrupção.
    É comum candidatos usarem jargões do tipo “agora é a minha vez...”, como se a disputa eleitoral tivesse fila de espera, onde o candidato aguarda a sua vez para assumir um cargo eletivo.
    Político comprometido com o eleitor apresenta propostas para atender às necessidades da população, e não as suas próprias necessidades.



    Audesandro

    ResponderExcluir

Blogger Ielmo Marinho em FOCO. Tecnologia do Blogger.